Série blog do zero: escolhendo nicho, nome e comprando o domínio

Olá, pessoal! Esse é o primeiro post da série, que por ventura não é exatamente na ordem que citei no post anterior, pois aqui o objetivo é começar do começo e o primeiro passo para começar um blog é determinar o assunto o qual vai fazer parte dos seus dias por muito tempo, então é importante pensar bem nesse primeiro passo. Vinculado ao assunto está o nome de escolha e a disponibilidade de domínio, detalhes que vou tratar de forma mais especificada a seguir.


Série blog do zero: escolhendo nicho, nome e comprando o domínio


Escolhendo o nicho do Blog


O primeiro passo para iniciar na blogosfera é determinar o assunto, o nicho o qual o seu conteúdo estará inserido. Minha dica para escolher o seu nicho é focar naquilo que você gosta, se identifica e tem domínio. Você pode observar isso ao analisar que tipos de assuntos você mais gosta de pesquisar, que te instigam e você nunca perde o interesse. Quando falamos sobre algo que gostamos fica bem mais fácil escrever sobre ele e o trabalho não se torna chato. Veja alguns exemplos de assuntos interessantes: alimentação saudável, beleza, curiosidades (história, geografia, lugares), cinema, decoração, gastronomia, livros, marketing digital, moda, viagem, etc.

Com o nicho escolhido, agora é hora de escolher um nome para o seu blog, aqui minha dica é pensar em algo relacionado ao seu assunto e dar uma olhada nos sites de domínios para ver se tem disponível. Se tiver perfeito, primeiro passo concluído! 

Conseguindo o dinheiro para o domínio


Muitas pessoas pensam em fazer um blog para conseguir uma renda extra, se assim como eu, você não tem como incluir uns R$ 40 no seu orçamento do mês ainda, minha sugestão é fazer uma limpa no seu armário. A gente sempre tem algo que não usa muito, ou que quase nunca usou porque não nos representa. Então separa o que você não usa, não gosta e quer passar adiante, faça umas fotos legais, com detalhes e se cadastre no enjoei. Faça uma lojinha para você adquirir o valor do domínio.

Como eu me planejei para colocar o meu blog no ar no inicio de julho, eu iniciei a minha lojinha faz alguns dias e acreditem, já está sobrando dinheiro para o caixa. Vendi um par de tênis, um vestido que comprei em 2011 e usei pouquíssimas vezes, uma jaqueta e uma mochila que não gostava e já tenho mais de R$ 200 para sacar no enjoei, detalhe ainda tem dinheiro para entrar. Veja abaixo:

como começar um blog do zero no blogspost

Comprando o domínio


Com o problema do dinheiro resolvido agora é a hora de comprar o domínio. Eu já comprei tanto no Registro.br como no Super Domínios. Para esse novo blog resolvi comprar no Super Domínios, pois é o mesmo site que comprei do meu blog atual no passado e nunca deu problema nenhum. O processo é bem simples, você acessa o site de escolha, digita o nome do seu blog (o que vai ir em sua logo) e escolhe qual opção comprar. Aqui vai mais uma dica, não insira blogspot no seu domínio e escolha com final .com ou .com.br.

como começar um blog do zero no blogspost

Meu blog atual é .com, mas para esse que estou começando não tinha o domínio .com, então resolvi ficar com o .com.br mesmo.

Pinterest


Com o tema e o nome definido, agora é hora de fazer uma conta no Pinterest. Como vamos iniciar um blog do zero e queremos começar a faturar o quanto antes, ele será o nosso principal aliado. Ir trabalhando o Pinterest é importante para quando você começar a compartilhar seus posts por lá, não demorar muito para trazer acessos ao seus blog. Vou deixar abaixo alguns links e conteúdos sobre o Pinterest para você ir se adiantando:

  • Como criar uma conta business aqui.
  • Como gerar tráfego para seu blog através do Pinterest aqui.
  • Manual do Pinterest aqui. (esse é pago, mas muito útil e vale o investimento)


Caso tenha ficado alguma dúvida nesse primeiro passo, peço que vocês comentem aqui ou me enviam via formulário do blog. Vou vendo as duvidas e caso possa ser pertinentes a mais pessoas, vou atualizando e melhorando esse post. Grande beijo e até o próximo! 

QUERO LER O POST COMPLETO

Vou começar um blog do zero - vamos juntas?

Olá, pessoal! Sei que ando sumida um pouco daqui, mas estou trabalhando muito em cima de planejamentos de conteúdos que possam ser úteis e que ajudem vocês de forma eficiente. Então, hoje resolvi aparecer aqui para contar essa novidade. Sim, vou começar um blog do zero com o intuito de mostrar o passo a passo para vocês até o momento que ele começar a gerar renda através dos anúncios.

Como fazer um blog e ganhar dinheiro com ele

Pela minha experiência é possível que leve de 3 a 6 meses para ele começar a gerar em torno de 100 dólares por mês com o adsense, mas isso pode variar e é na prática e juntas que vamos descobrir. E é exatamente todo o processo até ganhar dinheiro que quero mostrar e claro, a ideia dos posts é para que vocês entendam que nada é super rápido, tudo leva tempo, mas se você tiver 1 a 2 horas por dia para se dedicar ao blog, um computador e internet é possível sim e eu vou te mostrar como fazer.

Como mencionei, pretendo trazer aqui uma série de posts com o passo a passo, dentre os assuntos abordados estarão:

  1. Como escolher o melhor template gratuito;
  2. Passo a passo para fazer o blog (no blogspot) e instalação de template (+ ajustes e mudanças);
  3. Ideias para conseguir adquirir o dinheiro do domínio sem ter que tirar da sua renda mensal;
  4. Ajustes de SEO no blog;
  5. Passo a passo do post dentre do check list de SEO;
  6. Como escolher as palavras chaves para os posts;
  7. Onde encontrar fotos para os posts;
  8. Cadastro no Google Adsense e todo o processo até ser aceito;
  9. Divulgação dos posts e seu crescimento;
  10. Relatório de ganhos.
A ideia é não fazer nenhuma parceria, quero mostrar apenas a parte até ganhar com os anúncios. Com o blog rendendo, já teremos um bom público e a partir disso vocês podem pensar na ideia de buscarem parcerias, que aliás pretendo trazer mais dicas sobre depois dessa série. Gostou da ideia, quer iniciar um blog do zero junto comigo, não perca os próximos posts! Grande beijo.
QUERO LER O POST COMPLETO

O melhor site para baixar fontes gratuitas

Recentemente recebi no e-mail um pedido de dicas de bons sites para baixar fontes gratuitas e atualmente tenho usado apenas um que amo muito. Lembro quando fiz um curso de photoshop na faculdade, na apostila que recebemos tinhas indicação de mais de 100 sites, testei todos e esse foi o que eu mais gostei, além de ser fácil de usar. E hoje, resolvi compartilhar aqui com vocês!

flatlay café e livros

O site que amo e indico se chama DaFont e nele você vai encontrar uma diversidade grande de fontes, mais precisamente a base conta com 42.010 fontes, das quais apenas 13.083 possui acentos. Lá você vão encontrar desde as fontes de grandes marcas, como modelos artísticas, estrangeiras e até as mais básicas.

Veja abaixo alguns modelos que salvei para demonstração:

fontes gratuitas para baixar

Site: DaFont


Como eu disse, é bem fácil baixar e instalar. Mas para facilitar ainda mais a vida de vocês, vou compartilhar um tutorial do passo a passo.

1. Escolha a fonte que você deseja baixar


2. Clique em baixar, para salvar no computador


dafont

3. O arquivo vai é salvo em zip


Quando o download estiver concluída, basta abrir a pasta em zip e clicar em cima da fonte.

dafont

4. Agora é só instalar


Quando você clicar na fonte, vai abrir uma janela exatamente igual essa abaixo, daí é só clicar em instalar. Para teste, abra o word e procure pelo nome da fonte. Simples, né?

dafont

Esse foi o post de hoje, bem simples e curtinho, mas espero de verdade que tenha sido útil para vocês!

Gostaria de sugerir algum conteúdo, deixa nos comentários, que se eu souber tento de ajudar. Gostou do post? Ele foi útil para você? Ajude na divulgação compartilhando-o.
QUERO LER O POST COMPLETO

Site seguro: como ativar no Blogger

Recentemente ao acessar o meu blog de moda que fica no Blogger, junto ao domínio estava aparecendo escrito "não seguro" e isso estava me incomodando bastante, pois desde que comecei a tentar melhorar tanto o layout para uma versão responsiva, estudar Seo para melhorar o meu tráfego, isso podia ser algo que viria afetar o desempenho do meu site no ranqueamento do Google.

site seguro no blogger


Pesquisando, descobri que o Google tem exigido que os sites usem certificados SSL, até mesmo os blogs. Ou seja, é necessário alterar o endereço padrão do blog para o modelo HTTPS. Atualmente os sites dos blogs são modelo HTTP e esta mudança seria para fazer com que todos migrassem para o HTTPS. Quem são sabe do que trata, o termo HTTP é tipo um protocolo de navegação da internet e apesar deste ter sido bem popular por muito tempo, ele não é considerado seguro, por isso a necessidade da mudança. O HTTPS por contar com criptografia, aumenta a segurança e protege a troca de informação entre usuários e site.

Então pesquisando um pouco mais, descobri que sim, o Google está se esforçando para aumentar a adesão ao uso do HTTPS, assim sendo, o uso deste pode influenciar no ranqueamento nos resultados de pesquisas. Para saber mais, clique aqui. Como vi que muitas pessoas que me acompanham possuem site no blogger e essa mensagem está aparecendo no domínio da maioria, resolvi trazer aqui um breve tutorial, para fazer a alteração que é bem simples para quem possui blogger.

1. Primeiro passo


Acesse seu site na plataforma blogger e vá até configurações.


site seguro no blogger

2. Segundo passo


Se o seu domínio é nativo do blogger (blogspot.com) você só precisará ir em HTTPS e em Redirecionamento para HTTPS alterar para Sim.

site seguro no blogger

3. Terceiro passo


Se você possui domínio próprio será necessário primeiro verificar a disponibilidade de HTTPS, logo, neste campo você irá alterar para Sim e aguardará a verificação, o que leva em torno de uns dez minutos. Assim que verificado, se estiver ok é só alterar o redirecionamento para HTTPS.

site seguro no blogger

E era isso, simples né? Mas agora o site seguro está ativo! Espero que o post tenha contribuído de alguma forma para você. 


QUERO LER O POST COMPLETO

5 ideias de negócios para trabalhar em casa

Antes de resolver em que área queria seguir para trabalhar em casa, eu geralmente fazia inúmeras pesquisas, buscava por ideias as quais me identificasse, estudava cada uma até entender se tinha a ver com meu perfil. 

Dentre todos as possíveis ideias de negócios, eu sabia que queria ter uma loja online, mas até saber qual produto eu queria de fato vender, ahhh essa é outra história. Mas para você que está buscando ideias, estudando qual negócio pode ser rentável pra ti, eu resolvi compartilhar algumas ideias que valem a pena se analisar. Confira!

5 ideias de negocios para trabalhar em casa


5 ideias de negócios para trabalhar em casa


1. Editor de vídeos freelancer: com a crescente produção de conteúdo em vídeos, muita gente que produz às vezes não possui tanto tempo disponível no seu dia e acaba recorrendo a esses prestadores de serviços. Alias, estudos já indicam que futuramente ao menos 80% do tráfego online será direcionado a vídeos, já que esse tipo de conteúdo tem sido mais acessado que os artigos disponíveis na internet.

2. Produzir e vender fotos: se você tem o hábito de fazer fotografias de tudo e ama isso, tem vários sites que você pode disponibilizar essas para vendas. O mais legal é que alguns desses sites enviam relatórios todos os meses com o que está em alta nas procuras dentro da plataforma, daí fica fácil também saber o que pode trazer retorno de imediato para quem está começando com isso.

3. Loja online: as pessoas estão cada vez mais online, segundo pesquisas, só o brasileiro gasta em média 9 horas por dia na internet. Então se você gosta de vendas e tem algum produto especifico, pode vender na internet, seja artesanato, roupas, acessórios, perfumes, maquiagem. Atualmente existe inúmeros sites para fazer um e-commerce de forma facilitada, veja nesse post.

4. Marketing de afiliados: esse é outro negócio que vem se desenvolvendo no Brasil e tem sido muito rentável para muitas pessoas. Trata-se de ganhar comissões por vendas seja de produtos físicos, ou digitais. O fato é que não precisa muito investimento para iniciar, e é uma boa forma de gerar uma renda extra e até mesmo viver disso.

5. Social media: vejo direto em grupos de facebook atrás desses profissionais, isso porque às vezes estão procurando estar nas redes sociais que seu público se encontra e sempre precisam, buscam pessoas que entendam de tal rede social para gerir suas redes, criando conteúdo, respondendo perguntas e comentários, elaborando estratégias para cada ação.

É preciso lembrar, que assim como qualquer outro tipo de trabalho é preciso muita dedicação e tendo em vista que o nosso salário depende da gente, tem dias que você vai acabar trabalhando mais do que se estivesse em um trabalho fixo. Isso porque nenhum começo é assim tão fácil, mas com força de vontade e determinação você consegue!

Gostaria de sugerir algum conteúdo, deixa nos comentários, que se eu souber tento de ajudar. Gostou do post? Ele foi útil para você? Ajude na divulgação compartilhando-o.


QUERO LER O POST COMPLETO

Os melhores sites para quem quer iniciar um ecommerce de produtos físicos

Para quem deseja começar uma loja online é importante escolher uma plataforma para criar o seu e-commerce, saber das suas funcionalidades e mensalidades. No post de hoje resolvi compartilhar com vocês algumas opções que conheço.


Os melhores sites para quem quer iniciar um ecommerce de produtos físicos 

Iluria


Confesso que gosto bastante do iluria, por ser fácil de mexer e ter minha loja nesse site haha. O que mais gosto do iluria é o fato que você mesma pode editar o layout do seu gosto, claro, se preferir você pode contratar alguém para fazer um layout personalizado. Para a minha loja eu mesma fiz tudo e acho que ficou bem razoável, vocês podem conhecê-la clicando aqui.

Continuando, o Iluria é bem completo, conta com vários intermediários de pagamento integrados como o pagseguro, paypal, moip. Ele também possui a possibilidade de gerar cupom de desconto, o frete pode ser calculado pelo sistema e ainda, quando o cliente realiza a compra ele não precisa ir para o site de pagamento, tudo é realizado dentro do nosso próprio site.

Nele você consegue testar por 15 dias de forma gratuita e depois os planos são bem em conta, sendo a partir de R$ 9,90 para cadastrar até 50 produtos.

Nuvem shop


Ao contrário do Iluria, que você tem que fazer seu layout, o Nuvem shop conta com mais de 40 modelos de layout que você pode escolher. Aparentemente ele parece mais completo que o iluria. Só a ferramente de frete integrado conta com o tradional correios, envio fácil, mercado de envios, jadlog. Os meios de pagamento comportam o pagseguro, wirecard, mercado pago, paypal, itaú shopline, cielo e paghiper.

Umas das coisas que acho mais legal dessa plataforma e que eles possuem conteúdo, tipo um material de apoio para te ajudar a entender o mercado de e-commerce, existe muito conteúdo no blog deles de como aumentar as vendas e mais.

Assim como o Iluria, você testá-lo de forma gratuita por 15 dias. Os planos são a partir de R$ 49,90 e ao invés de diferenciar na quantidade de produtos, aqui cada plano se diferencia no que está integrado no e-commerce. O plano mais avançado, por exemplo, possui consultoria  direcionada ao negócio, acompanhamento, suporte para conexão com marketplaces, design customizável e uma série de regalias. Mas, esse plano com certeza não é muito barato, até porque o valor nem consta no site.

Enjoei


Para quem ainda está meio assim de iniciar um e-commerce, pode tentar algumas plataformas do tipo MarketPlace. Para fazer cadastro no enjoei você não precisa ter site e sim, vender produtos novos é bem comum na plataforma. Eu mesma já vendi muito por lá e mesmo com a loja online, com contas em outros marketplaces, eu continuo vendendo lá também.

O único problema do enjoei é a taxa alta, se não me engano é algo como 25% do produto. Então se atente de colocar seus produtos a venda com um valor mais alto, para não perder seu lucro e ainda acabar pagando para vender lá. O bom é que você não precisa fazer muito esforço para as pessoas encontrarem seus produtos, o próprio enjoei recomenda sua lojinha para os usuários da plataforma.

Mercado Livre


O mercado livre também funciona como um tipo de Marketplace é ele é bem fácil de trabalhar, fazer cadastros dos produtos e tudo mais. A única coisa chata é que na versão gratuita os produtos não alcançam ninguém. 

Eu só comecei a vender mesmo quando cadastrava o produto pela categoria Premium, que tem uma taxa que se torna semelhante ao do enjoei. Mas minha opinião tá, mesmo tendo a loja online, eu acho importante vender em outras plataformas, porque se uma delas está mais fraca no mês, a outra complementa.

Existe dezenas de marketplace diferentes que você pode se aventurar, como a B2W (americanas, shoptime e submarino), Magazine Luiza, Amazon, Netshoes, Dafiti, mas para esses você precisa possuir um site (já faturando), certificado digital, além de cumprir com algumas exigências e burocracias que diferem de uma para a outra. 

Gostaria de sugerir algum conteúdo, deixa nos comentários, que se eu souber tento de ajudar. Gostou do post? Ele foi útil para você? Ajude na divulgação compartilhando-o.

QUERO LER O POST COMPLETO

Como iniciar na profissão de Influenciador Digital

Primeiro, devo ser sincera com você e avisar inicialmente que como toda profissão, para se tornar uma influenciadora digital também é preciso muito trabalho, capacitação, responsabilidades e regularização para tornar o seu trabalho sério. Se você pretende de fato ser uma profissional séria e não estiver entrando nisso apenas para ganhar produtos gratuitamente, continue lendo o artigo.

Como iniciar na profissão de Influenciador Digital


O que é um influenciador digital


O influenciador digital é aquela pessoa que testa determinados produtos, faz analises sobre as coisas que consome e compartilha com seu público, seja em forma de texto ou vídeo. Criando conteúdo e dando sua opinião positiva sobre determinada coisa, essa pessoa acaba influenciando outras pessoas a consumirem aqueles produtos. 

A profissão está cada vez mais popular, porque a maioria das pessoas tende a pesquisar antes de comprar algo, isso porque ninguém quer jogar dinheiro fora com algo que todo mundo está falando mal. 

Os influenciadores estão inseridos nas redes sociais como youtube, instagram, facebook, eles estão onde o seu público-alvo se encontra. Os nichos que essas pessoas trabalham são bem diversificados, existem quem fala de decoração, moda, beleza, alimentação saudável, viagens, gastronomia e etc.

Como eles ganham dinheiro


Como o influenciador digital geralmente tem um público mais segmentado e engajado fica mais fácil para as marcas alcançarem o seu público ao fecharem parcerias com influencers que são do seu nicho. E acreditem, muitas marcas estão preferindo publicidade com influenciadores, do que publicidade na TV. 

Isso por inúmeros motivos: é mais barato, o conteúdo publicado pelo influenciador estará pra sempre disponível em suas plataformas e geralmente o alcance é melhor, tendo que a pessoa fala a mesma língua que o seu público.

Como iniciar na profissão de Influenciador Digital




É preciso ter muitos seguidores para viver da profissão


Não necessariamente. Foi o tempo em que as marcas olhavam apenas para o número de curtidas e seguidores, elas buscam pessoas que estão alinhadas aos mesmos valores e que deem resultados. E atualmente os influenciadores menores tem demonstrado melhor desempenho, isso pelo fato de ser menor, o influenciador tem uma aproximação ainda melhor com seu público. Então é natural às vezes algumas marcas trabalharem com inúmeros influenciadores menores, do que um grande. 

Mas claro, grandes influenciadores sempre terão seu espaço, até porque já possuem carreiras consolidadas. O que quero dizer aqui é que nem toda marca tem poder aquisitivo para trabalhar com um grande influenciador. Assim como existe influenciadores pequenos, também existem marcas que estão se lançando agora no mercado e não tem um orçamento tão alto para investir em alguém tão bem renomado.

Por isso é importante você iniciar, fazer um bom trabalho, especialmente regional quando se é pequeno, participar de eventos, estar presente em inaugurações para fazer networking, lembre-se "quem não é visto não é lembrado". Além disso, mantenha consistência nas redes sociais, já que elas vão servir de vitrine para que as marcas te notem. 

Para te motivar um pouco, na minha região, vale dos sinos no Rio Grande do Sul, conheço várias meninas com 4, 5 mil seguidores que já estão faturando. Seja fazendo fotos para marcas, indo em lojas e mostrando peças semanalmente. O fato é que tem inúmeros serviços que uma influenciadora pode oferecer. 

Como iniciar na profissão


Se conheça, saiba o que você gosta e sente prazer em falar, descubra aquilo que no teu dia a dia não vai se tornar um peso, ou vai te causar mais estresse do que entusiasmo. Estude as pessoas em potenciais que serão seu público, a linguagem, o que estão buscando. Em resumo, estude, estude muito, mas comece, mesmo não tendo a melhor câmera, o melhor celular. Comece com o que você tem, faça o que você gosta, que automaticamente as pessoas vão começar a te acompanhar. Quando a gente fala sobre o que mais gosta, as pessoas percebem, sentem e passam a confiar. Por isso, seja sempre sincera e seja você mesma!

Por fim, gostaria de te indicar o curso de uma influenciadora que gosto e admiro muito, a Gabi Ferreira. Assim como todo mundo, ela começou pequena e dia a dia vem conquistando seu público, o melhor, agora ela ajuda outras meninas com a profissão. Depois de passar por muitos perrengues até conquistar o que ela almejava, ela resolveu criar um curso que devo admitir, é um dos mais completos da internet que eu já vi.


Eu não tive um curso ou alguém que facilitasse o meu caminho me explicando como trabalhar com marcas, como se relacionar com elas, como cobrar pelos meus posts, como fazer parcerias, como montar um contrato ou como ter um perfil que façam elas me procurarem." Gabi Ferreira

Com o curso você vai aprender:

  • Nicho: ter ou não ter? Como encontrar o meu?
  • Feed real ou organizado? + ferramentas
  • Como otimizar a bio para atrair marcas e novos seguidores
  • Como criar fotos que viralizam
  • Como criar vídeos que viralizam
  • Anatomia da selfie perfeita
  • Trabalhar ou não com permutas
  • 7 passos para a proposta comercial perfeita
  • Modelo de e-mail para copiar e colar
  • A importância de trabalhar com contratos
  • Modelo de contratos: permuta e publipost
  • Monetização com afiliação
  • Branding e marca pessoal
  • Workbook: Como atrair sua audiencia ideal

E lembre-se, o inicio não é fácil pra ninguém, é importante saber o que você quer e investir tempo e estudo nisso. Se você quiser tentar iniciar na profissão para "ver no que vai dar" nem tenta. Só começa quando você acreditar em si mesma e estiver disposta a fazer dar certo. O sucesso acompanha as pessoas que não desistem!
QUERO LER O POST COMPLETO